sábado, 11 de dezembro de 2010

Ideologia, eu quero uma pra viver.

Tenho ouvido muito Cazuza ultimamente e suas músicas me fazem pensar. Aquele momento que te faz refletir sobre todo o passado, o presente e talvez o futuro é o momento mais preocupante, perigoso. Você pode constatar desde uma infelicidade inacreditável até uma alegria gigante e pode notar que não sentiu realmente o que deveria ter sentido. Você se vê perdido no tempo e no espaço. Sente um vazio, uma ausência de vida, se sente incompleto. Algo sempre faltou e você não sabe o que é. Pode ser desde um amor até uma ideologia. Pode ser um universo de coisas, algo tão simples que você talvez morra sem saber o que é. Então, pensar é algo realmente perigoso, mesmo assim necessário. Então você descobre que viver é um risco. Durante todo o tempo você se equilibra em uma corda bamba e segue andando porque se você parar, você cai. Em todos os instantes você faz escolhas, mesmo que sem notar, e essas escolhas pequenas vão te levar a uma enorme e essa sim você vai perceber e entrará em pânico. Os questionamentos voltarão. E o que fazer para resolver toda essa agonia de viver? Alguns preenchem com música e pensam nas músicas, apenas nelas. Outros assistem filmes, seriados. Outros leem. Muitos apenas ignoram e se tornam pequenos ignorantes, esses preferem não questionar. Ligam o automático e seguem nessa corda até o fim sem nunca tentar pensar sobre toda a inconstância da vida. Pensamos nos outros, criticamos os outros, rotulamos os outros. Mas você é você e não há como definir, porque somos feitos de mudanças, de alterações de humor, de mágoas, amores, influências. As pessoas precisam enxergar que mudamos tanto que somos praticamente os mesmos. As mudanças são pequenas e constantes, elas sim são constantes e elas nos tornam cada vez mais nós mesmos.

2 comentários:

Thaïs C. disse...

'Então você descobre que viver é um risco. Durante todo o tempo você se equilibra em uma corda bamba e segue andando porque se você parar, você cai.' nossa, achei muito foda isso ;) mas então, pensar e questionar é necessário mesmo, faz a gente crescer (: apesar que quando eu penso demais eu acabo arriscando menos e às vezes dou uns surtos também ahuishas mas enfim, tudo acaba sendo um aprendizado mesmo. tenho que vir mais vezes aqui, vc escreve muitoo ;**

juliana g. disse...

desculpe não ter respondido antes =D
meu twitter é jugervason =)

beijocas